SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 número1Caracterização dos niveis de ansiedade em praticantes de atletismo: Níveis de Ansiedade no AtletismoA ginástica artística masculina (GAM) de alto rendimiento: observando a cultura de treinamento desde dentro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Motricidade

versão impressa ISSN 1646-107X

Motri. v.3 n.1 Santa Maria da Feira jan. 2007

 

Indicadores cronológico, morfológico e funcional e os estágios da maturidade em escolares do Nordeste do Brasil: um estudo comparativo

Maturação em variáveis morfofuncionais.

 

Vera Lúcia Bruch1

André Boscatto1

João Batista da Silva1

Asdrúbal Nóbrega Montenegro Neto1

Humberto Jefferson de Medeiros1,2

Paulo Moreira da Silva Dantas1,3

Maria Irany Knackfuss1,4

 

1 - Laboratório de Biociências da Motricidade Humana-UFRN-RN

2 - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-RN

3 - UNIGRANRIO-RJ

4 - Universidade Federal do Rio Grande do Norte-RN

 

RESUMO

O objetivo deste estudo centra-se na analise dos indicadores cronológico, morfológico e funcional de escolares da cidade de Mossoró-RN, a partir dos estágios maturacionais. O estudo caracterizou-se como uma pesquisa descritiva, com tipologia comparativa, a amostra limitou-se a N= 305 divididos em n = meninos 153 e n = meninas 152, de nove a 17 anos. Os protocolos utilizados foram IMC, somatória de dobras, salto horizontal e o teste de 30 m. A estatística utilizada foi à descritiva. Os resultados apontam para o desenvolvimento que estará sempre atrelado ao crescimento. A existência do comportamento de modificação das variáveis estudadas, dentro de um caminho cronológico, mas com o corte maturacional, constitui-se em uma estratégia interessante de observação, permitindo, levar-se em conta a intervenção natural oriunda do crescimento e desenvolvimento dos indivíduos. Recomenda-se portanto que sejam levados em conta não somente o comportamento cronológico das variáveis intervenientes no crescimento e desenvolvimento humano, mas o comportamento maturacional, como também a utilização de instrumentos de indicação hereditária e genética.

Palavras-chave: maturação, qualidades físicas básicas, crescimento e desenvolvimento

 

Chronological, morphological and functional markers and maturational stages of students from the northeast of Brazil: a comparative study.

ABSTRACT

The aim of this study was to analyse chronological, morphologic and functional markers of students in the city of Mossoró-RN, in Brazil, taking into account the maturational stages. The study was classified as a descriptive comparative research. The sample was composed of 305 children divided in two groups: n = masculine 153 and n = feminine 152, from nine to 17 years. The protocols used were Body Mass Index, Skinfolds addiction, horizontal jump and the 30 m test. We used a descriptive statistical analysis. The results pointed to a development that will always be linked to the growth. The existence of behavior of modification of the studied variables, into a chronological way, but with the maturational cut, consists in an interesting strategy of observation, and it permit to take in account the natural intervention of the growth and development of the individuals. So, it is recommended that not only the chronological behavior of the intervening variables in the growth and human development be taken in account, but the maturacional behavior, as well as, the use of instruments of hereditary and genetic indication.

Key-words: maturation, basic physical qualities, growth and development

 

 

Texto Completo disponível apenas em PDF

Full text only available in PDF

 

 

REFERÊNCIAS

1. Medeiros HJ, Santos DB, Rego SAJS, Mila ASB; Farias AS; Knackfuss MI; Fernandes Filho J. (2005) Características dermatoglíficas dos escolares nos diferentes estágios maturacionais no Estado do Rio Grande do Norte. . In: Novena Jornada de Educacion Física del Mercosur 2005. 55:89-93.

2. Benetti M; Rebelo FPV; Carvalho T. (2000) Regressão da aterosclerose coronariana. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 5(3):58-75.        [ Links ]

3. Blake GJ; Ridker PM. (2002) Inflammatory bio-markers and cardiovascular risk prediction. J Intern Med. 252(4):283-294.

4. Peña M, Bacallao J. (2000) La obesidade en la pobreza: um problema emergente em lãs americas. In: la obesidade en la pobreza: un nuevo reto para la salud pública Organización Panamericana de la Salud –OPS. 576:3-12.

5. Vasconcelos VL, Gisela AP. (2003) Overweight and obsity prevalences in male adolescentes in northcast Brazil, 1980 – 2000. Cad Saúde Pública. 19(5):1445–51.

6. Fernandes Filho J. (2003) A prática da avaliação física: Testes, medidas e avaliação física em escolares, atletas e academias de ginástica. (2a ed). Rio de Janeiro: Carpe.

7. Matsudo VKR. (1987) Testes em Ciências do Esporte. (4º ed). São Caetano do Sul: Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul.

8. Matsudo VCR. (1982) Testes em ciências do esporte. São Paulo: Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul.

9. Matsudo SMM; Matsudo VKR. (1991) Validade da auto-avaliação na determinação da maturação sexual. Rev Bras Ciênc Mov. 5(2):18-35.

10. Alonso LV; SILVA Dantas PM. et al. (2003) Perfil somatotípico e dermatoglífico de tipologia de fibra muscular de atletas mirins da equipe de futsal do clube de regatas Vasco da Gama - RJ. Rev Bras Ciênc Mov. 11(4):121-123.

11. Tourinho Filho H; Tourinho LSPR. (1998) Crianças, adolescentes e atividade física: aspectos maturacionais e funcionais. Rev paul Educ Fís. 12(1):71-84.

12. Giugliano R; Melo ALP. (2004) Diagnosis of overweight and obesity in schoolchildren: utilization of the body mass index international standard. J. Pediatr. 80(2):129-34.

13. Thomas JR, Nelson JK. (2002) Métodos de pesquisa em atividade física. Porto Alegre: Artmed.

14. Klein CMO; Fernandes Filho J. (2003) Relação entre a dermatoglifia, as qualidades físicas e o nívelS maturacional de escolares adolescentes de ambos os sexos. Fit & Perform J. 2(6):321-329.

15. Tsukamoto MHC; Nunomura, M. (2003) Aspectos maturacionais em atletas de ginástica olímpica do sexo feminino. Motriz. 9(2):119-26.

 

Data de submissão: Outubro 2006

Data de Aceite: Dezembro 2006

 

Correspondência:

Rua Marechal Serejo 601 b.07/202

Jacarepaguá/RJ – Brasil.

CEP: 22743-380.

vbruch@terra.com.br

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons