SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número12A higiene e o governo das almas: o despertar de uma nova relaçãoProvérbios: uma fonte para a História da Educação índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Lusófona de Educação

versão impressa ISSN 1645-7250

Rev. Lusófona de Educação  n.12 Lisboa  2008

 

Comemorações, rituais e quotidianos na formação de professores (1959-1989)

Maria João Mogarro*

 

Este artigo analisa as comemorações, rituais e quotidianos que marcaram a existência de uma instituição de formação de professores, a Escola do Magistério Primário de Portalegre (1959 1989). A análise dos discursos que a instituição e os actores educativos produziram sobre a vida escolar permite também conhecer os valores, normas e regras que enquadraram os processos de formação e a actividade profissional. O período cronológico considerado abrange duas fases, uma anterior a 1974 e a outra a seguir à Revolução do 25 de Abril, tendo a Escola funcionado sob dois regimes político-ideológicos opostos. Esta instituição estabeleceu um regime fortemente disciplinar, baseado nos valores fundamentais do catolicismo conservador e do nacionalismo, e desenvolveu mecanismos de controlo sobre os comportamentos e as atitudes; após 1974, esta dimensão da vida escolar passou a ser marcada pelos princípios da liberdade e da autonomia. Foram utilizadas várias fontes de informação, como documentos de arquivo (livros de actas, relatórios, ordens de serviço), artigos de imprensa pedagógica, fotografias, materiais didácticos, trabalhos de alunos e entrevistas a directores, professores e alunos.

Palavras-chave: rituais; valores; controlo; autonomia; disciplina; formação de professores.

 

Comemorations, rituals and routines in teachers training (1959-1989)

This article analyzes the commemorations, rituals and routines that marked the existence of an institution of teachers training, the Escola do Magistério Primário de Portalegre (1959 -1989). The analysis of the discourses that the institution and the educative actors produced about the school life also becomes possible the knowledge of the values, norms and rules that fitted the processes of formation and the professional activity. The considered chronological period encloses two phases, one previous to 1974 and other that followed the Revolution of the 25 of April, having the School functioned under two opposite politician-ideological regimes.This institution established a bly disciplinary regimen, established in the basic values of the conservative catholicism and the nationalism, and developed control mechanisms on the behaviours and attitudes; after 1974, this dimension of the school life passed to be marked by the principles of freedom and autonomy. Some sources of information were used, such as archive documents, articles of the pedagogical press, photographs, didactic materials, works of pupils and interviews with the director, professors and pupils.

Key words: rituals; values; control; autonomy; discipline; teachers training.

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

Referências Bibliográficas

Actas do Conselho Escolar. Livro 1: 1959-1981. Escola do Magistério Primário de Portalegre.AEMPP –Arquivo da Escola do Magistério Primário de Portalegre.

Actas do Conselho Escolar. Livro 2: 1981-1989. Escola do Magistério Primário de Portalegre.AEMPP –Arquivo da Escola do Magistério Primário de Portalegre.

Convocatórias. 1959-1962. [Dossier]. AEMPP – Arquivo da Escola do Magistério Primário de Portalegre.

Foucalt, M. (1975). Surveiller et punir. Paris: Gallimard.

Foucault, M. (1996).Tecnologías del yo. Barcelona: Paidós.

Mais Além!..., n.º 1 a n.º 19/20, 17 de Fevereiro de 1960 a Junho/Julho de 1962.

Mais Além, n.º1 a n.º 7 (2.ª série), 1962/63 a 1970.

Mogarro, M. J. (2001). A formação de professores no Portugal contemporâneo – a Escola do Magistério Primário de Portalegre.Tese de doutoramento. Universidade da Extremadura, 2 volumes.

Mogarro, M. J. (2005). Memórias de professores: discursos orais sobre a formação e a profissão. História da Educação, ASPHE, Pelotas, n.º 17,Abril-2005, pp. 7-31.

Mogarro, M. J. (2006). Archives and Education.The construction of educational memory. Sísifo. Educational Sciences Journal, 1, pp. 73-84. Retrieved [month, year] from http://sisifo.fpce.ul.pt

Programas e Convites [pasta]. AEMPP.

Relatório. Escola do Magistério Primário de Portalegre. Ano Lectivo de 1974/75.AEMPP –Arquivo da Escola do Magistério Primário de Portalegre.

 

* UI&DCE - Universidade de Lisboa - ESE de Portalegre