SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.serIII número3Supervisão de estudantes de Enfermagem em ensino clínico: Revisão sistemática da literaturaA prática discursiva sobre a formação de enfermeiros em Portugal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista de Enfermagem Referência

versão impressa ISSN 0874-0283

Rev. Enf. Ref. serIII n.3 Coimbra mar. 2011

 

Utentes com gastrectomia por carcinoma gástrico: nutrição versus qualidade de vida – Revisão sistemática de literatura

 

Ivo Cristiano Soares Paiva; Daniela Alexandra Rodrigues dos Santos**; Vanessa Filipa Oliveira Pimentel***; Maria Manuela Frederico Ferreira****

* Enfermeiro licenciado pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra [ivo-paiva3@hotmail.com].

** Enfermeira licenciada pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, Enfermeira, Naturidade [danielasantos_13@hotmail.com].

*** Enfermeira licenciada pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, Enfermeiro, Cáritas Diocesana de Coimbra [vanexa_oliveira17@hotmail.com].

**** RN, Doutorada em Ciências Empresariais. Professora Coordenadora, Escola Superior de Enfermagem de Coimbra [mfrederico@esenfc.pt].

 

Resumo

A doença oncológica reveste-se de um carácter estigmatizante, sentida pelo utente e sua família que, associada a incertezas de prognóstico, provocam sofrimento, levantando questões ao nível da Qualidade de Vida (QV) dos indivíduos.

Com a finalidade de compreender qual o impacto da gastrectomia em utentes com carcinoma gástrico (nutrição versus QV), a sua influência na satisfação do autocuidado e o papel do enfermeiro, ao longo do processo de transição saúde-doença efectuou-se uma Revisão Sistemática de Literatura (RSL), sem meta-síntese e sem metanálise.

Foi seguida a metodologia PI[C]OD – Participantes; Intervenções; [Comparações]; Outcomes; Desenho do estudo – para a elaboração da pergunta de investigação e definição dos critérios de inclusão e exclusão dos estudos recolhidos, sendo que, doze constituíram a amostra: foram analisados, interpretados e sintetizados.

Dessa análise pode concluir-se que a nutrição se traduz num benefício quando iniciada precocemente traduzindo-se numa melhoria da QV.

O enfermeiro funciona como elemento facilitador no processo, promovendo a autonomia e independência necessárias para satisfazer as necessidades, expressas ou sentidas, de autocuidado.

Em Portugal, surge a necessidade de reconhecer a importância da variável nutrição na minimização do impacto da cirurgia por carcinoma gástrico e desenvolver estudos neste âmbito transpondo os resultados para a prática.

Palavras-chave: gastrectomia; qualidade de vida; autocuidado; cuidados de enfermagem.

 

Users with gastrectomy for gastric carcinoma: nutrition versus quality of life – Systematic literature review

Abstract

Cancer has a stigmatizing nature felt by the sufferer and his familie, associated with the uncertainty of prognosis, causing suffering, and raising issues of the Quality of Life (QOL) of individuals.

In order to understand the impact on those having gastrectomy for gastric carcinoma (nutrition versus QOL), its influence on satisfaction with self-care and the nurse’s role during the health-disease transition process, a Systematic Literature Review (RSL) was conducted, without meta-synthesis and without meta-analysis.

The PI[C]OD methodology - Participants; Interventions; [Comparisons]; Outcomes, Study design - was used to develop the research question and to define the criteria for inclusion and exclusion of studies identified, with twelve forming the sample; analysis, interpretation and summary were conducted.

From this analysis it can be concluded that nutrition is beneficial when started early, leading to improvement in QOL.

The nurse acts as a facilitator in the process, promoting autonomy and independence, to satisfy the needs, expressed or perceived, for self-care.

In Portugal, there is a need to recognize the importance of nutrition in minimizing the impact of surgery for gastric carcinoma and to carry out studies in this area to transfer the results into practice.

Keywords: gastrectomy; quality of life; self-care; nursing cares.

 

Usuarios con gastrectomía por carcinoma gástrico: nutrición versus calidad de vida – Revisión sistemática de la literatura

Resumen

La enfermedad oncológica está impregnada de un carácter estigmatizante sentida por el usuario y su familia que, asociado a incertidumbres de pronóstico, provoca sufrimiento, planteando interrogantes respecto a la Calidad de Vida (QV) de los individuos.

Con el fin de comprender cuál es el impacto de la gastrectomía en usuarios con carcinoma gástrico (nutrición versus calidad de vida), su influencia en la satisfacción del autocuidado y el papel del enfermero a lo largo del proceso de transición salud-enfermedad se efectuó una Revisión Sistemática de la Literatura (RSL), sin meta-síntesis y sin metanálisis.

Se siguió la metodología PI[C]OD – Participantes; Intervenciones; [Comparaciones]; Resultados; Diseño del estudio – para la elaboración de la pregunta de investigación y definición de los criterios de inclusión y exclusión de los estudios recogidos siendo que, los doce que constituyeron la muestra fueron analizados, interpretados y sintetizados.

De ese análisis pudo concluirse que la nutrición se traduce en un beneficio cuando es iniciada precozmente y que conlleva a una mejora de la Calidad de Vida.

El enfermero funciona como elemento facilitador en el proceso, promoviendo la autonomía e independencia necesarias para satisfacer las necesidades, exprimidas o sentidas, de autocuidado.

En Portugal, ha surgido la necesidad de reconocer la importancia de la variable nutrición en la minimización del impacto de la cirugía por carcinoma gástrico y de desarrollar estudios en este ámbito, transponiendo los resultados a la práctica.

Palabras clave: gastrectomía; calidad de vida; autocuidado; cuidados de enfermería.

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

Referências bibliográficas:

AGUILAR-NASCIMENTO, J. E. [et al.] (2006) – Acerto pós-operatório: avaliação dos resultados da implantação de um protocolo multidisciplinar de cuidados peri-operatórios em cirurgia geral. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Vol. 33, nº 3, p. 181-188.

APÓSTOLO, João L. A.; GAMEIRO, Manuel G. H. (2005) – Referências onto-epistemológicas e metodológicas da investigação em enfermagem: uma análise crítica. Referência. Série 2, nº 1, p. 29-38.

COELHO, Cecília M. C. (2008) – Mulheres com cancro da mama em tratamento com quimioterapia: contributos para a compreensão da qualidade de vida. Porto: [s.n.]. Dissertação de mestrado.

COSTA, P. [et al.] (2006) – Avaliação multifactorial da qualidade de vida em doentes gastrectomizados por cancro gástrico: estudo piloto de métodos de avaliação. Jornal Português de Gastroenterologia [Em linha]. Vol. 13, nº 4, p. 174-180. [Consul. 30 Abr. 2010]. Disponível em WWW: <URL: http://www.scielo.oces.mctes.pt/scielo.php?Pid=S087281782006000400001&script=sci_arttext>.        [ Links ]

KESTON, Deborah (2005) – The healing secrets of food [Em linha]. [Consult. 9 Jun. 2010]. Disponível em WWW:<URL: http://www.carolgouveiamelo.com>.

MENDONÇA, Roberta X.; GAGLIARDO, Luiz C.; RIBEIRO, Ricardo (2008) – Câncer gástrico: a importância da terapia nutricional. Saúde e Ambiente em Revista. Vol. 3, nº 2, p. 7-19.

MUÑOZ, Susana I. S. [et al.] (2002) – Revisão sistemática de literatura e metanálise: noções básicas sobre seu desenho, interpretação e aplicação na área da saúde [Em linha]. [Consult. 4 Jun. 2009]. Disponível em WWW:<URL: http://www.proceedings.scielo.br/pdf/sibracen/n8v2/v2a074.pdf>.

PAPINI-BERTO, Sílvia [et al.] (2001) – Causas de desnutrição pós-gastrectomia. Arquivo Gastroenterologia. Vol. 38, nº 4, 272-275.

PAREDES, Tiago [et al.] (2008) – Impacto da doença crónica na qualidade de vida: comparação entre indivíduos da população geral e doentes com tumor do aparelho locomotor. Psicologia, Saúde & Doenças. Vol. 9, nº 1, p. 73-78.        [ Links ]

PHIPPS, Wilma J. [et al.] (2007) – Enfermagem médico- cirúrgica: perspectivas de saúde e doença. 8ª ed. Loures: Lusociência. Vol. 3.

PIMENTEL, Francisco L. (2003) – Qualidade de vida do doente oncológico. Porto: Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Tese de doutoramento.

POLIT, Denise F. ; BECK, Cheryl T. ; HUNGLER, Bernadette P. (2004) – Fundamentos de pesquisa em enfermagem: métodos, avaliação e utilização. 5ª ed. São Paulo : Artmed Editora.

QUEIRÓS, Paulo (2010) – Autocuidado, transições e bem-estar. Revista de Investigação em Enfermagem. Nº 21, p. 5-7.

RAMALHO, Anabela (2006) – Estudos e projectos de revisão sistemática com e sem metanálise: estrutura funções e utilização na investigação em enfermagem. Revista Sinais Vitais. Nº 64, p. 51-56.

ROBALO, Sara Alexandra B. M. (2005) – Doentes submetidos a gastrectomia por carcinoma gástrico. Nursing. Ano 16, nº 201, p. 38-43.

ROBALO, Sara Alexandra B. M. (2006) – O enfermeiro e as consequências do cancro gástrico. Servir. Vol. 54, nº 1, p. 28-32.

SILVA, E. (2005) – Cuidados nutricionais no paciente gastrectomizado. Revista de Nutrição Brasil. Vol. 3, nº 1.

TAYLOR, Susan (2004) – Teoria do défice de autocuidado de enfermagem. In TOMEY, Ann M.; ALLIGOOD, Martha R. – Teóricas de enfermagem e a sua obra: modelos e teorias de enfermagem. Loures: Lusociência. p. 211-235.

WAITZBERG, D. (2004) – Dieta, nutrição e câncer. São Paulo: Atheneu.

 

Recebido para publicação em: 06.12.10

Aceite para publicação em: 24.01.11

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons